Produtividade

Como capturar suas ideias e conquistar mais

Se você não esteve em uma ilha deserta nos últimos meses, certamente ouviu a notícia que a versão em filme do musical de sucesso “Hamilton” de Lin-Manuel Miranda, finalmente chegou. E, apesar de ter levado cinco anos para o espetáculo ir da Broadway até as telas, isso não é nada comparado aos sete anos necessários para Lin-Manuel escrevê-lo. Ao longo do caminho, ele criou material em alguns lugares bem incomuns: no famoso “A train” em Nova York, na República Dominicana, e até mesmo na sua lua de mel!

O fato que Lin-Manuel encontrou inspiração à sua volta não é surpreendente; sair do cotidiano é uma ótima maneira de incendiar novas ideias. Mas ideias podem ser fugitivas. O fundador da Evernote, Stepan Pachikov disse uma vez que “Um momento interessante na vida dura só um momento”. O desafio é agarrar estes momentos, estas ideias brilhantes, para que possam viver para sempre. Para fazer isso, você precisa de uma estratégia para capturá-los quando a inspiração bater.

Impulsionando o processo criativo

Pode parecer óbvio que capturar ideias no momento ajuda você a lembrar-se delas e libera sua mente para focar em outras coisas. Mas os benefícios não param por aí. Apesar da semente de uma ideia poder começar a crescer na sua mente, ela só consegue florescer plenamente quando você a tira de sua cabeça.

  • Refinando suas ideias: Fatos e sentimentos podem se misturar na sua mente, dificultando a obtenção de perspectiva. Quando você escreve tudo, é mais fácil enxergar a situação completa, identificar padrões e entender o que é mais importante.
  • Acender novas ideias: Conforme você trabalha em uma ideia, pode acabar inspirando-se a ir em uma direção totalmente diferente. Ou, pode revisitar uma ideia que você teve meses atrás e encontrar novas maneiras de trazê-la à vida.
  • Melhorar a produtividade: Um estudo descobriu que descrever suas metas de maneira viva aumenta a probabilidade de conquistá-las em até 40%. Essa mesma teoria pode ser aplicada ao planejamento criativo: capturar todos os detalhes sobre uma ideia aumenta sua chance de persegui-la.

Como tirar ideias da sua cabeça e colocar em uma nota

Não existe uma abordagem tamanho único para documentar suas ideias. É melhor experimentar com uma variedade de mídia (palavras, desenhos, imagens, áudio ou vídeo) para ver qual combina com você. O objetivo é encontrar uma abordagem que pareça intuitiva e complemente seu processo de pensamento individual.

Aqui estão quatro maneiras de capturar suas ideias:

  1. Silencie suas dúvidas com a escrita livre

    É fácil se sentir confiante quando você está sozinho ou sozinha com seus pensamentos. Porém, quando você precisa transformar estas ideias nebulosas em palavras, você pode começar a se duvidar. Seu embalo é interrompido, e o que já foi uma ideia emocionante foge na página.

    O autor Seth Godin coloca a culpa em nosso ‘cérebro de lagarto‘, ou amígdala, por esta resistência. Em seu livro, “Como se tornar indispensável“, Seth escreve que “O cérebro de lagarto é o motivo pelo qual você tem medo, o motivo pelo qual você não faz toda a arte que pode, o motivo pelo qual você não embarca quando pode.” É a voz na sua cabeça que questiona suas decisões, levando você a ficar em segurança. Porém, você pode se treinar para enfrentar esta dúvida com a escrita livre.

    O objetivo da escrita livre é simples: escrever sem parar. Escolha um limite de tempo, coloque a caneta no papel ou as mãos no teclado, e não pare até o tempo acabar. Não se preocupe com a gramática ou ortografia, e se você não consegue pensar em nada pra escrever, continue repetindo sua ideia principal ou escreva algo como: “Estou esperando uma ideia chegar”.

    A escrita livre não só ajuda você a expressar uma ideia, como também ajuda a construir sua confiança. Ao escrever livremente de maneira regular, você se torna mais confortável ao descrever suas ideias. Depois, quando você tropeçar em uma grande ideia, terá mais velocidade e confiança em capturá-la no momento.

    Dica especial: Crie uma nota dedicada no Evernote que sirva como um diário, onde você pode armazenar toda a sua escrita livre.

  2. Fale suas ideias, onde quer que esteja

    Você articula ideias de maneira diferente quando precisa escrevê-las. Pense em como você soa diferente quando escreve em comparação quando fala em voz alta; Você provavelmente usa um vocabulário separado e seu tom pode ser diferente. Você também pode achar mais difícil comunicar suas ideias quando escreve, mesmo com estratégias efetivas como escrita livre.

    Se você sente que está preso ou presa ao capturar suas ideias criativas com uma caneta ou teclado, grave-se explicando elas em voz alta. Digamos que você está fazendo um brainstorm de novas maneiras de conduzir sua conferência anual no trabalho, como você poderia resumir em uma frase? Finja que você está descrevendo suas ideias para o seu melhor amigo. O que mais ele ou ela gostariam de saber? Que perguntas poderiam surgir?

    Ditar também ajuda você a capturar ideias onde quer que esteja, não importa se dirigindo ou dando uma caminhada no seu bairro. Na verdade, um estudo de Stanford descobriu que andar pode melhorar a criatividade em até 60%. Ditar também permite que você capture esta criatividade e permaneça no fluxo, em vez de ter que parar no meio e encontrar um lugar para sentar e digitar.

    Dica especial: Grave uma nota de áudio diretamente no Evernote, depois adicione comentários a ela mais tarde. Você pode até usar as capacidades de fala para texto do seu dispositivo para transcrever suas ideias.

  3. Desenhe um mapa mental para ideias nascentes

    Para ideias prontas, o objetivo é gravar o máximo de detalhes possíveis para que você possa agir imediatamente. Com ideias menores e crescentes, é impossível focar nas partes específicas. Em vez disso, capture aquela pequena faísca (uma única palavra ou imagem) com o objetivo de iniciar novas fontes de inspiração.

    Mapeamento mental é a maneira perfeita de capturar estas faíscas. Em vez de descrever sua ideia em frases, simplesmente escreva uma palavra no centro de uma folha. Depois, adicione palavras ou ideias relacionadas ao redor daquele tópico central, conectando cada uma delas ao centro com uma linha. Repita o mesmo processo para os subtópicos, adicionando continuamente camadas ao redor de sua ideia principal. O resultado final é como se fosse uma árvore, com todos os pensamentos e tópicos relacionados agindo como galhos.

    A beleza dos mapas mentais é sua natureza livre; você pode gravar suas ideias conforme elas aparecem, em qualquer ordem. Esta liberdade ajuda com o planejamento criativo: de acordo com uma pesquisa, mapas mentais podem aumentar a produtividade e criatividade em 30%.

    Dicas especiais:

    • Use um aplicativo como MindMaster, XMind, ou TheBrain para criar seu próprio mapa mental, depois salve os resultados no Evernote.
    • Desenhe um mapa mental diretamente no Evernote no seu telefone ou tablet usando seu dedo ou uma caneta stylus.
  4. Crie um space para ideias colaborativas

    Escrita, ditado e mapas mentais são maneiras poderosas de capturar suas próprias ideias; você pode trabalhar no seu próprio ritmo e criar qualquer produção que faça sentido para você. Porém, nem todas as ideias fluem através de uma pessoa. Quando você está trabalhando com uma equipe, precisa levar em consideração diferentes maneiras que pessoas apresentam, processam e articulam ideias.

    Criar um space compartilhado pode oferecer o nível certo de flexibilidade para todos. Pense como se fosse um grande caldeirão digital, onde cada pessoa é livre para usar qualquer meio que representa melhor suas ideias: palavras, imagens, vídeos ou até conteúdo existente como artigos ou blogs.

    Para começar, simplesmente crie um caderno no Evernote e clique no botão Compartilhar para convidar seus colegas a contribuírem. Eles podem adicionar conteúdos e sugestões às suas notas, ou criar suas próprias notas. O resultado final é uma representação colaborativa e multimídia das ideias de todos.

    Dica especial: Salve e anote em imagens e PDFs no Evernote, e use o Web Clipper para capturar páginas da web inspiradoras.

  5. Preservando suas grandes ideias

    Há milhares de ideias fluindo pelo seu cérebro a cada hora, então é crucial que você tenha um plano para capturá-las. Ao dar vida para suas ideias, usando palavras, desenhos ou áudio, você pode preservá-las para sempre. Depois, quando você revisitá-las, será transportado de volta para aquela experiência de ideia, livre para continuar de onde você parou, e explorar as novas possibilidades criadas pela sua mente.

Organize seu trabalho e desafogue sua vida com o Evernote.

Cadastre-se Gratuitamente